FELICITAÇÕES À UMBANDA

15/11/2018 15:48

Alanna Souto

Centenária umbanda.

Parida do útero brasílico no dia 15 de novembro de 1908.

Anunciada pelo mestre ZÉLIO FERNANDINO.

Umbanda milenar entre viagens do Egito antigo, Áfricas e Pindorama.

Um salto que se amálgama e se fundem.

Umbanda afro-indígena dos mocambos.

Da resistência e dos fios de liberdade

Entre a escravidão e o trabalho compulsório.

O ilê das caboclas e das pretas velhas guiavam na dor.

Reacendia a alegria e a memória. Tambores de mina.

A pajelança que cura.

O pito do preto velho que dar esperança.

Desmancha as tranças da caduca ganância.

Entre austeridade e as gargalhadas, Exu balança.

Quebra demanda.

A faca de Maria que abre e fecha os caminhos.

Preserva a mata virgem. 

Os pássaros, as onças e outros animais fantásticos.

As guardiãs das saídas e entradas.

Pombas giras do amor.

Nos passinhos dos erês, o mapa entre dois mundos.

Da terra da libertação ancestral.

Da fonte da encantaria

O caboclo das 7 encruzilhadas organiza

A Umbanda nossa todo santo dia.

 

-------------------------------------------------

 

SALVE A UMBANDA!

Feliz aniversário, grande mãe.

Amor e sabedoria antiga que me guia.

Força da minha vida.

Meu berço ancestral.